terça-feira, 26 de novembro de 2013

Creme para tirar cravos caseiro

Creme Caseiro para Cravos

Creme caseiro para cravos é indicado principalmente para peles sensíveis, por ser livre de produtos químicos não agride a pele e promove resultados tão bom quanto os cremes caros.

Ingredientes

1 colher de sopa de leite
1 colher de sopa de gelatina sem sabor
Um recipiente próprio para o micro-ondas
Pincel pequeno com a ponta macia para usar na aplicação

Modo de preparo e uso

Misture no recipiente a gelatina com o leite até ficar uma mistura homogênea.
Aqueça a mistura no microondas cerca 10 segundos, mexa novamente para evitar que algumas partes fiquem muito quentes e outras frias.
Verifique a temperatura da mistura no interior do braço (quando já estiver frio), aplique com o pincel, no nariz, no queixo e na testa.
Deixe secar 10 minutos e remova delicadamente.
Lave o rosto e aplique seu hidratante facial.
Atenção. Não aplique o creme sobre a pele machucada, inflamada ou com espinhas. Aplique de preferência após o banho, quando os poros estão dilatados, o que facilita a remoção das impurezas e melhora o resultado final.

Adorei esta dica espero que goste também,beijus

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Como escolher a melhor panela para cozinhar


COMO ESCOLHER A MELHOR PANELA PARA COZINHAR

Inox

Indicada por especialistas como um utensílio seguro, é uma boa escolha para o dia a dia. É composta pelos metais ferro, cromo e níquel. Esses dois últimos são tóxicos, mas a liberação da panela de inox é pequena e não traz prejuízos à saúde. “Mesmo assim, se a panela for nova, é bom fervê-la com água de 3 a 4 vezes antes de usar para que a migração dos metais seja diminuída no cozimento dos alimentos”, afirma Patrícia.

Cerâmica

Não é muito comum. Suporta bem a lavagem após o uso e é de fácil manuseio. Mas, se for usá-la, sempre a observe bem por dentro: a pintura pode conter chumbo e cádmio, elementos altamente tóxicos.

Panela de pressão

Utilizada para o cozimento rápido de alimentos, como legumes, carnes e feijão, é um tipo liberado pelos especialistas. Em relação à conservação dos nutrientes, não diferencia em relação às panelas convencionais, só possui a vantagem de ser mais rápida. Hoje, no mercado, já existem opções de aço inoxidável, que são mais caras, porém com ótima durabilidade.

Alumínio

Ela está presente na maioria dos lares brasileiros e pode ser usada no preparo de vários tipos de alimentos. No entanto, Patrícia Davidson reprova sua utilização: “Quanto mais nova a panela, mais ela libera o metal. É por essa razão que, antes do uso, é necessário fervê-la com água, três vezes seguidas”. Outro problema está relacionado ao ato de arear, um dos principais responsáveis pela migração do alumínio para os alimentos. “Aquelas manchas escuras que ninguém gosta de deixar na panela atuam como uma proteção”, alerta Camillo Leijoto, ressaltando que as panelas velhas facilitam a liberação do metal.

Barro

Não é nada comum nos lares brasileiros, mas, pelo seu papel na história das panelas, não pode ser esquecida. Foi a primeira a ser utilizada pela facilidade de se conseguir o barro. No Estado do Espírito Santo, já foram encontradas algumas com mais de 400 anos. Para o uso, também deve ser preparada antes, com duas colheres de azeite de oliva por dentro, deixando-a no fogo até que o óleo queime com fumaça preta. Após este cuidado, está liberada para o uso. O ideal é reservá-la para pratos especiais como uma boa moqueca de frutos do mar.

Vidro: a mais indicada

Por não conter nenhum tipo de metal em sua composição, ela foi escolhida o melhor tipo de panela, segundo os especialistas  ouvidos nesta matéria. Outra vantagem é que, como os alimentos não grudam no vidro, a lavagem e a desinfecção ficam mais fáceis. A panela ainda é a única que pode ser utilizada no fogão e depois ser armazenada na geladeira sem nenhum dano aos alimentos. Mas, para se cozinhar, o fogo deve estar sempre baixo, porque ela esquenta muito rápido. Infelizmente é um dos tipos mais caros do mercado e, por ser bastante pesada, pede cuidado no manuseio para evitar acidentes.

Cobre

Caras e raras de se ver, são muito utilizadas para preparo de doces em calda. Por ter a superfície interna revestida de politetrafluoretileno (PTFE), titânio ou aço inoxidável, não permite aderência ao fundo. Na hora de lavar, use detergente neutro com uma esponja macia.

Pedra sabão

Deixa a comida muito saborosa, pois conserva o calor. Como são pesadas, deve-se tomar cuidado com o manuseio. A cada uso é preciso prepará-la antes: besunte-a por dentro e por fora com azeite de oliva, encha-a com água e coloque no forno a 180ºC durante duas horas.

Esmaltada

Atrai pela estética, é leve e durante o cozimento não libera nenhum material perigoso ou tóxico. Mas, se começar a soltar alguma parte do esmalte, que é vitrificado sobre o aço, há o perigo de contaminação. Por isso, é importante sempre ficar atento ao seu tempo de uso.

Cerâmica

Não é muito comum. Suporta bem a lavagem após o uso e é de fácil manuseio. Mas, se for usá-la, sempre a observe bem por dentro: a pintura pode conter chumbo e cádmio, elementos altamente tóxicos.

Alumínio

Ela está presente na maioria dos lares brasileiros e pode ser usada no preparo de vários tipos de alimentos. No entanto, Patrícia Davidson reprova sua utilização: “Quanto mais nova a panela, mais ela libera o metal. É por essa razão que, antes do uso, é necessário fervê-la com água, três vezes seguidas”. Outro problema está relacionado ao ato de arear, um dos principais responsáveis pela migração do alumínio para os alimentos. “Aquelas manchas escuras que ninguém gosta de deixar na panela atuam como uma proteção”, alerta Camillo Leijoto, ressaltando que as panelas velhas facilitam a liberação do metal.

Antiaderente

Nada mais é do que uma panela de alumínio revestida com um polímero chamado politetrafluoretileno (PTFE), mais conhecido pelos nomes comerciais como teflon® e T-FAL®. A principal vantagem é que ela dispensa o uso de óleos ou outras gorduras, tornando a refeição mais saudável. É uma ótima panela, desde que seu revestimento esteja intacto — sem o alumínio à mostra —, mas não deve ser colocada diretamente no fogo, sem nenhum alimento dentro, pois isso prejudica sua durabilidade. Outras recomendações importantes incluem a utilização de colheres de plástico e sua imediata substituição assim que aparecerem arranhões. “Esse tipo de revestimento suporta uma temperatura de até 250ºC, o valor do cozimento normal dos alimentos, mas a panela deve ser deixada de lado quando falamos de fritura, onde a temperatura é muita elevada e pode haver a formação de substâncias cancerígenas, como as aminas heterocíclicas”, ressalta a nutricionista Patrícia Davidson.

Está e uma boa dica de saúde gostou beijus.

Bolo de caneca


Bolo de Banana do Interior na caneca

ingredientes

Massa

4 colheres de farinha de rosca
2 colheres de trigo integral
5 colheres de óleo (de preferência de girassol)
15 colheres de leite
2 colheres de açúcar mascavo
2 colheres de melado de cana
1 colher de fermento em pó
2 bananas prata ou nanica
canela para polvilhar
Opcional

Aveia em flocos
Linhaça
modo de preparo

Em uma vasilha misture a farinha de rosca com o trigo integral
Adicione o óleo, o leite, o açúcar mascavo e o melado
Junte as bananas picadas e por último o fermento
Unte a caneca com óleo e trigo integral, polvilhe canela no fundo
Adicione a massa até metade da caneca
Torne a polvilhar a canela por cima
Deixe assar por 3 minutos no micro-ondas em potência alta.


Aposto que vai gostar beijus

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Purê de inhame light

Receita de Purê de Inhame Light

Receita de purê de Inhame light na dieta é ótimo para substituir o arroz no almoço ou na janta. É fácil de preparar e ainda é super leve e gostoso.

Receita de inhame

1 kg de inhame
1 cebola picada
2 dentes de alho
1 xícara (chá) de alho-poró picado
2 colher (sopa) de azeite

Como preparar o inhame

Descasque os inhames e corte em quatro.
Coloque para cozinhar em uma panela com água e sal.
Quando estiver mole, apague o fogo e os retire da água. Reserve a água do cozimento.
Em uma frigideira média coloque o azeite e deixe ficar bem quente, adicione o alho, a cebola e refogue.
Quando estiver bem refogado coloque o alho poró. Refogue. Por último o inhame.
Amasse com um garfo e misture tudo. Mexa sem parar.
Corrija o sal. Se for necessário coloque um pouco de água, use a água do cozimento.
Rendimento 4 porções

Gostou, até o próximo post.

Panqueca de abóbora

PANQUECA DE ABÓBORA COM CARNE
Acompanhamento
4 porções
Ingredientes
Recheio
2 colheres (sopa) de óleo
1 dente de alho espremido
meia cebola média picada
500 g de carne bovina moída
meia xícara (chá) de polpa de tomate
1 sachê de Caldo SAZÓN® Caseiro
meia colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 ovo cozido e picado
1 colher (sopa) de salsa picada
Massa
1 ovo
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal
1 e meia xícara (chá) de leite (300 ml)
1 sachê de Tempero SAZÓN® Laranja
1 colher (chá) de sal
1 xícara (chá) de abóbora-japonesa cozida e picada (120 g)
meia xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
meia xícara (chá) de quinua em flocos (40 g)

Modo de preparo
Prepare o recheio: em uma panela média, aqueça o óleo em fogo alto e refogue o alho e a cebola por 3 minutos, ou até dourarem. Acrescente a carne moída e frite por 10 minutos, ou até mudar completamente de cor. Adicione a polpa de tomate, o Caldo SAZÓN® e o sal, e deixe cozinhar por 2 minutos. Junte a farinha de trigo e cozinhe por mais 3 minutos, ou até encorpar. Acrescente o ovo e a salsa, misture e retire do fogo. Reserve aquecido.
Faça a massa: no copo do liquidificador, coloque o ovo, a manteiga, o leite, o Tempero SAZÓN®, o sal, a abóbora, a farinha de trigo, o fermento e a quinua, e bata por 2 minutos.
Unte com óleo uma frigideira antiaderente de 13 cm de diâmetro e leve ao fogo médio para aquecer. Espalhe uma pequena porção da massa girando a frigideira e alisando com as costas de uma colher para que fique uniforme. Deixe cozinhar até aparecerem bolhinhas na superfície e as bordas se soltarem (cerca de 1 minuto). Com o auxílio de uma espátula, vire a massa e frite o outro lado por mais 1 minuto. Frite o restante da massa, repondo o óleo quando necessário.
Distribua o recheio no canto de cada uma delas, enrole-as e sirva em seguida, acompanhadas do molho de sua preferência.

Dica
A abóbora-japonesa, também conhecida como "kabotcha" é aquela de casca verde-escuro, de formato arredondado.

Gostou faz e me chama pra  degustarmos juntas, beijusss

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Conheça alguns óleos e seus benefícios

Os óleos naturais podem ser, também, uma excelente opção para tratar seus cabelos. Retirados diretamente das plantas, inúmeros benefícios são oferecidos por estes óleos no tratamento de cabelos, podendo-se destacar:
- Promovem o crescimento do fio;
- Fortalecimento do fio;
- Minimização da oleosidade;
- Redução de caspas;
- Agem como aliados no tratamento e controle de problemas como queda capilar.
Quanto a forma de aplicação dos óleos, podem variar conforme a necessidade. Eles podem ser utilizados puros, em forma de cremes, xampus, condicionadores, compressas. Assim, antes de você iniciar esse tipo de tratamento, é importante que busque orientação para saber qual é o óleo mais adequado para seu tipo de cabelo e a forma de uso correta.
Conheça agora, os mais famosos óleos naturais para o tratamento de cabelos:

Óleo de Semente de Uva

Estimula o rápido crescimento do cabelo e dá força e brilho.
Rico em vitamina E, esse óleo é reconhecido como um remédio natural para estimular o crescimento rápido do cabelo. Ele fortalece o fio e torna os cabelos mais brilhantes e menos frágeis. O óleo de uva é rapidamente absorvido pelos fios, podendo ser aplicado em qualquer tipo de cabelo. Nos cabelos dos tipos secos e crespos, esse óleo suaviza as cutículas do cabelo, preservando a umidade para manter o aspecto de hidratação.

Óleo de Coco

É um excelente hidratante natural, além de controlar o frizz e as pontas duplas.
Dotado de propriedades que restauram a estrutura do fio, esse óleo é fonte de ácidos graxos e vitamina E. É um excelente hidratante natural, sendo indicado para fios ressecados, devido seu alto poder de penetração. Pode ser aplicado na forma de óleo puro ou manteiga. O óleo de coco controla o frizz e as pontas duplas, além de deixar os cabelos maleáveis e fáceis de pentear.

Óleo de Rícino

Fortalece e estimula o cabelo.
Derivado da mamona, este óleo fortalece o fio e estimula o crescimento do cabelo. Há quem use o óleo de mamona com a mesma finalidade nos cílios e sobrancelhas.

Óleo de Jojoba

Dá brilho, previne as caspas e serve para todos tipos de cabelos.
É bom para todos os tipos de cabelos. Serve para dar brilho, previne a caspa e a perda dos fios. Outro benefício desse óleo é deixar o bulbo capilar limpo e livre para o crescimento de novos fios.

Óleo de Argan

Indicando para cabelos ondulados ou cacheados, é um excelente hidratante e também anti-oxidante.
Extraído de uma árvore natural do Marrocos, esse óleo é um excelente hidratante. É indicadíssimo para os cabelos cacheados ou ondulados, que costumam ser mais secos e armados. O óleo de argan também é antioxidante natural. Ao combater os radicais livres, ele ajuda a reparar os danos na membrana celular. Também é fonte de vitamina E, que fortalece e protege o fio. Por ser pouco gorduroso e de fácil absorção, o óleo de Argan pode ser utilizado também em fios oleosos. Uma outro benefício desse óleo são as propriedades hidrofóbicas (que repelem a água), evitando o efeito frizz nos cabelos em dias úmidos e chuvosos.

Basta usar para ver os resultados, beijus.

Como limpar suas jóias

Como limpar suas jóias
Em primeiro lugar tome muito cuidado com os "líquidos milagrosos" para limpeza de jóias e semi-jóias, eles na verdade são ácidos e abrasivos, em um primeiro momento deixam a peça linda, mas em 3 dias ela já estará com aspecto de velha e perderá todo o brilho.

Segue algumas dicas:

Dicas de Armazenamento:
O primeiro passo é não ter suas jóias umas sobre as outras, suas jóias devem ser acondicionadas uma a uma, em caixas adequadas para jóias, ou então em saquinhos de plástico bem fechados, e fora do alcance da luz, conservando assim o brilho delas.
Evite contato com produtos químicos como, perfumes, cloro e outros produtos de limpeza, esses agentes aceleram a oxidação de sua jóia.
Vale lembrar que até alimentos ácidos manuseados com sua jóia ou muito consumidos cooperarão para a oxidação dela.

Como limpar sua jóia:
Aqueça, sem ferver, um pouco de água comum pouco de sabão de coco líquido ou em barra, deixe sua peça de molho por no máximo 15 minutos.
Lave-a bem, não deixe nenhum resíduo de sabão de coco.
Com um pouco de bicarbonato de sódio ou pasta de dente BRANCA (atenção tem que ser branca) e uma escova macia, para não riscar a jóia, escove-a para que todos os cantinhos e buraquinhos fiquem limpos.
Enxague-a novamente, novamente não deixe nenhum resíduo, seque-a de preferência com secador de cabelo ou com um pedaço de tecido de algodão.

Gostou, beijuss

sábado, 19 de outubro de 2013

Cuidado com os plásticos

Você sabe o que é Bisfenol A?

Bisfenol A ou BPA é um difenol, policarbonato mais comum, utilizado na fabricação de plásticos e resinas. Essa substância é proibida em países como: Canadá, Dinamarca e Costa Rica, e em alguns Estados norte-americanos, mas no Brasil ele é utilizado em garrafas plásticas, mamadeiras e copos para bebês e produtos de plásticos variados.
No entanto, estudos demonstram que o bisfenol-A tem potencial cancerígeno, além de provocar efeitos adversos no desenvolvimento físico, neurológico e comportamental de crianças, devido ao fato de o componente químico exercer atividade similar de um hormônio.
Presente no revestimento de latas, em embalagens e utensílios plásticos, o Bisfenol A ganha o corpo pela boca e, no organismo, atua nos receptores do hormônio feminino estrogênio, simulando sua função.
No Brasil não existem leis que obriguem as indústrias colocarem no lacre que o produto tem essa substância. A Vigilância Sanitária (ANVISA) permite a liberação limite de 0,6 miligramas por quilo de material plástico. Mostrar para o consumidor que o produto não tem Bisfenol A, virou uma grande jogada de marketing, pois saber que seu filho utiliza uma mamadeira ou chupeta que não tem Bisfenol A é muito bom.
Em experimentos com animais, revelou-se que doses altas de bisfenol-A podem causar alterações na próstata e no trato reprodutivo masculino. Foram detectados também, problemas no desenvolvimento cerebral de roedores expostos a concentrações elevadas da substância. O relatório preliminar do National Toxicology Program (NTP) tem por base uma experiência com 500 ratos que foram alimentados ou infectados com doses baixas de bisfenol A. A química provocou alterações de comportamento, puberdade precoce, problemas no aparelho urinário e tumores (câncer da próstata e da mama). Um dos estudos recentes baseou-se na recolha de amostras de mamadeiras e chegou a conclusões idênticas às do NTP.
O trabalho “Mamadeiras Tóxicas”, publicado em 2007 pelo Environment California Research and Policy Center, chegou a conclusões semelhantes aos de outros estudos, ou seja, revelou que mesmo em pequenas quantidades, o bisfenol-A pode provocar doenças como o cancer da mama, a obesidade, o aumento da próstata, os diabetes, a hiperatividade, as alterações do sistema imunológico, a infertilidade e a puberdade precoce. O que há de novo no trabalho do programa nacional de toxicologia norte-americano é que este envolve cientistas das principais autoridades públicas norte-americanas em matéria do medicamento e da alimentação: a Food and Drug Administration (FDA), o Center for Diseases Control and Prevention e institutos de saúde públicos. Por estes motivos expostos, é necessário criar mecanismos de proteção ao consumidor, especialmente às crianças que são as maiores vítimas deste produto químico.
Segundo estudos da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Estado de São Paulo (SBEM-SP), o Bisfenol age como um hormônio sintético e sua ingestão pode provocar câncer, diabete, obesidade, infertilidade e outras doenças. São os bebês os mais vulneráveis aos efeitos do produto. Para conscientizar as mães e a população sobre as ameaças desse tipo de plástico, a SBEM também planeja uma campanha para o assunto.


Como diminuir os riscos
- Substituir copos, pratos e outros utensílios de plástico. Prefira armazenar alimentos e bebidas em recipientes de vidro, porcelana ou inox.
- Confie apenas nos produtos certificados pelo Inmetro.
- Preste atenção no símbolo de reciclagem. Essa informação costuma ser estampada no fundo da embalagem. Associada a ele, há sempre uma numeração. Procure evitar as que sejam classificadas como 3 ou 7, que podem apresentar maior concentração de bisfenol-A.
- Ao comprar produtos enlatados, confira se estão íntegros, sem amassados, que facilitam a liberação da substância.
- Não esquente alimentos no microondas em embalagens plásticas, exceto se forem fabricadas especificamente para esse tipo de forno.
- Não coloque líquido quente em canecas ou recipientes de plásticos.

Gostou até o próximo post beijusss

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Chá para o figado


Chá para o figado.

Chá para o figado Canela
Para dores de estômago toma uma infusão de canela. Leva o equivalente a uma chávena de água (250 ml) a ferver numa panela pequena. Verte de seguida a água quente para a chávena. Dissolve 5 gramas de pó de canela na água. Deixa repousar durante 10 minutos. Bebe morno, sempre que te apetecer.

Chá para o figado Carqueja
Erva digestiva, indicada para diabéticos, em anemias, reumatismos e doenças venéreas. Melhora a circulação sanguínea, gripes, constipações, enfermidades do baço, bexiga e fígado, cálculos biliares, diarreias, febres e afecções do aparelho urinário.
Toma-se à vontade e usa-se para gargarejo, com 1 colher (sopa) por cada chávena de água.

Chá para o figado Cáscara-Sagrada
É a casca de uma planta americana que exerce uma acção laxativa e restabelece o tónus natural dos intestinos. Indicada para substituir laxantes agressivos que provocam cólicas muito fortes, pois não apresenta a necessidade da utilização contínua e diária.

Chá para o figado Castanha da Índia
Auxilia no tratamento e prevenção de varizes e hemorróidas, aumentando a resistência e tonificando as veias e artérias. Proporciona alívio da dor e do cansaço nas pernas. O efeito é percebido 15 a 30 minutos após a ingestão.

Chá para o figado Cavalinha ou equisseto
Planta indicada para afecções dos rins, bexiga e próstata. Usar 10 g para 1 litro de água.
Em casos de hemorragias internas utilizar 30 a 40 g para 1 litro de água e tomar 4 a 5 chávenas por dia.
Para edemas generalizados usar 10 a 15 g para um litro de água, tomar 4 chávenas por dia.
Para inflamação nos olhos, fazer compressas com chá de cavalinha de 15 em 15 minutos.
A cavalinha tem ainda propriedades diuréticas e depurativas e é um potente remineralizante natural (rica em silício, enxofre, cálcio, potássio, ferro, manganésio, magnésio e sódio).

Chá para o figado Coentro
Um infuso de 40g de grânulos fervidos num litro de água durante 10 minutos, tomado depois das refeições, facilita a digestão e atenua eventuais estados de torpor. É também útil em casos de aerofagia e meteorismo abdominal.
Um infuso idêntico, mas com 30 g de grânulos num litro de água, é coadjuvante em caso de febre.

Chá para o figado Dente-de-Leão
Indicado para pessoas predispostas a cálculos biliares e problemas do fígado como hepatite, cirrose, icterícia e demais desordens do fígado e vesícula.
O sumo das folhas é um excelente diurético. Tomar 2 a 3 colheres de sumo por dia.

Chá para o figado Erva-Cidreira
É um excelente calmante do sistema nervoso. É uma planta digestiva que combate insónias, asma, histerismo, cãibras estomacais e intestinais e auxilia a circulação.
Tomar uma infusão de 1 colher (sopa) de erva-cidreira numa chávena de água.
Para dores de cabeça usar toda a planta (40 gramas para 1 litro de água) e tomar 4 chávenas por dia.

Chá para o figado Erva-Doce
Indicada para cólicas de bebés, aumenta a secreção láctea, combate os gases intestinais e o mau hálito. É uma planta digestiva, diurética, estimulante, refrescante e regulariza a menstruação e tonifica o estômago.
Tomar, após as refeições e ao deitar, 1 colher (chá) por cada chávena de água .

Chá para o figado Espinheira-Santa
Normalizador das funções gastrintestinais, especialmente como protector contra úlcera gástrica. Paralisa rapidamente as fermentações gastrintestinais e alivia as dores provocadas pelas irritações gástricas. Tem ainda propriedades analgésicas, antissépticas, cicatrizantes e tónicas.
Tomar 3 a 4 chávenas por dia de uma infusão com 20g de folhas num litro de água .

Gostou beijusss

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Problemas de figado


Sintomas de problemas no fígado
Dr. Arthur Frazão (Médico)
Os primeiros sinais e sintomas de problemas no fígado são a dor abdominal do lado direito e a barriga inchada. Além desses, pode ocorrer:

Cor amarelada na pele e nos olhos, denominada cientificamente de icterícia;
Urina amarela forte ou escura;
Tontura;
Dor de cabeça;
Gosto amargo na boca;
Enjoo/Vômito;
Falta de apetite;
Cansaço;
Aumento de peso;
Fezes amareladas, cinzentas, negras ou sem cor;
Coceira generalizada.
Causas de problemas no fígado

Algumas possíveis causas de problemas no fígado são:

Excesso de gordura no fígado. Situação comum em indivíduos obesos e/ou sedentários, que deve ser tratada com uma dieta restritiva e atividade física;
Intoxicação hepática pelo excesso de bebidas alcoólicas;
Uso de medicamentos;
"Cansaço" do órgão após um dia de exageros alimentares;
Hepatite.
Tratamento para problemas no fígado

O tratamento para os problemas de fígado menos graves, são as alterações na dieta. Já nas situações de maior gravidade, deve-se recorrer a medicamentos receitados pelo médico.

Para complementar o tratamento, pode-se recorrer a um remédio caseiro para o fígado, à base de ervas amargas como o boldo, alface ou alfazema, que vão facilitar o bom funcionamento do órgão. Outras dicas úteis são:

Beber bastante água;
Fazer uma alimentação leve, isenta de frituras e gorduras;
Seguir uma dieta para o fígado;
Não ingerir bebidas alcoólicas;
Não tomar medicamentos desnecessários e
Descansar.
O que comer em caso de problemas no fígado

Em caso de problemas no fígado, recomenda-se comer alimentos de fácil digestão, como, por exemplo:

Peixe grelhado, frango cozido sem pele;
Arroz branco;
Saladas;
Biscoito maizena;
Gelatina;
Frutas;
Verduras de cor verde escura, preferencialmente as amargas;
Sucos de frutas naturais;
Iogurte natural batido com fruta.
O que não comer em caso de problemas no fígado

Em caso de problemas no fígado, recomenda-se evitar o consumo de alimentos estimulantes e de difícil digestão, como:

Refrigerantes, sucos industrializados, café, bebidas alcoólicas, água muito gelada;
Frituras; massa folhada;
Massas com queijos amarelos; manteiga ou margarina;
Biscoitos recheados;
Carnes vermelhas;
Ovo frito;
Chocolates e outros doces;
Enchidos, embutidos e enlatados, em geral.
O gastroenterologista é o médico especialista mais indicado para o tratamento das doenças do fígado. Ele deve ser consultado se os sintomas persistirem, mesmo após as alterações na dieta.

Cuide-se beijussss

sábado, 5 de outubro de 2013

Você precisa aprender a sorrir mais


O poder do SORRISO


Criado em: 01/03/2013 13:27:01  por: Carolina Carvalho - via Colaboradores
Categoria: diversidade / saúde  Tags: alegria sorriso motivação saúde bynina
  67
"Cada pensamento gera uma emoção e cada emoção mobiliza um circuito hormonal que terá impacto nas trilhões de células que formam nosso organismo. As condutas “S”: serenidade, silêncio, sabedoria, sabor, sexo, sono, sorriso, promovem secreção de serotonina, enquanto que as condutas “R”: ressentimento, raiva, rancor, repressão, resistência, facilitam a secreção de Cortisol, um hormônio corrosivo para as células, que acelera o envelhecimento. As condutas “S” geram ATITUDES “A”: ânimo, amor, apreço, amizade, aproximação, entretanto, as condutas “R” geram ATITUDES “D”: depressão, desânimo, desespero, desolação. Aprendendo este alfabeto emocional, lograremos viver mais tempo e melhor, porque o sangue “ruim” (muito cortisol e pouca serotonina) deteriora a saúde fisica e mental e acelera o envelhecimento. O bom humor e a realização de atitudes que nos faz bem, é a chave para a longevidade saudável. Então tenhamos uma excelente vida, repleta de Serotonina!" (Dr. Juan Hitzig)

“O simples esboçar de um sorriso ou uma gargalhada estimulam o cérebro a produzir endorfinas, substâncias químicas com poder analgésico. Elas proporcionam uma enorme sensação de bem-estar. Além disso, as endorfinas estimulam o sistema imunológico contra reações alérgicas, bactérias e vírus; protegem o aparelho circulatório contra enfartes e derrames; ajudam a melhorar a pressão arterial, ampliam a capacidade respiratória e promovem uma ação antienvelhecimento.” (Dr. Eduardo Lambert)
Viva com mais consciência. Não seja um escravo da rotina, nem do tempo. Não espere que a vida passe por você. Passe por ela de olhos bem abertos, desfrutando cada momento como se fosse único, porque realmente ele é. Dê sempre valor à família e aos amigos. Ame muito, com intensidade e sem medo. Perceba mais a natureza, ela é parte de você. Sintonize-se! E não se esqueça: Sorria muito, sorria alto e sorria sempre! Carolina Carvalho (ByNina)

 Meninas pratiquem, beijusss

Acabe com os cravos do seu rosto

Creme Caseiro para Cravos
Creme caseiro para cravos é indicado principalmente para peles sensíveis, por ser livre de produtos químicos não agride a pele e promove resultados tão bom quanto os cremes caros.

Ingredientes

1 colher de sopa de leite
1 colher de sopa de gelatina sem sabor
Um recipiente próprio para o micro-ondas
Pincel pequeno com a ponta macia para usar na aplicação
Modo de preparo e uso

Misture no recipiente a gelatina com o leite até ficar uma mistura homogênea.
Aqueça a mistura no microondas cerca 10 segundos, mexa novamente para evitar que algumas partes fiquem muito quentes e outras frias.
Verifique a temperatura da mistura no interior do braço (quando já estiver frio), aplique com o pincel, no nariz, no queixo e na testa.
Deixe secar 10 minutos e remova delicadamente.
Lave o rosto e aplique seu hidratante facial.
Atenção. Não aplique o creme sobre a pele machucada, inflamada ou com espinhas. Aplique de preferência após o banho, quando os poros estão dilatados, o que facilita a remoção das impurezas e melhora o resultado final.

Gostou até o próximo post,beijussss

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Acabe de vez com o chulé

Como acabar com o chulé

Postado por Dona Giraffa  
Tirar o sapato é uma atividade simples e normal para a maioria das pessoas, mas para você causa um constrangimento gigante! Ter chulé dá uma vergonha danada e para você eliminar aquele odor dos pés, é preciso saber o que causou.

De onde vem esse cheiro?
Aquele cheiro forte e fedorento que sai do seu pé é causado por um suor diferente, que está sob a ação de bactérias. Todo mundo sua e isso é normal, mas quando você está doente, se alimentando mal ou higienizando de forma errada o pé, o suor acaba ficando mal cheiroso e contaminado por estas bactérias.
A bromidrose  geralmente aparece em quem tem sudorese excessiva, pois é só fazer os cálculos: se o suor é um dos motivos do chulé, quanto mais suor, mais cheirinho de queijo estragado.
Mas nem todo mundo que tem chulé tem transpiração excessiva no pé e por isso ninguém desconfia que o suor é um dos vilões desta história.

Como evitar o chulé

A principal causa do chulé é a umidade, então nunca deixe os seus pés úmidos após o banho. Use uma toalha para secar bem os dedos e a sola.
Sigas estas dicas para evitar o chulé!
• Após usar o sapato, coloque-o no sol para matar os fungos e tirar o cheirinho forte.
• Se o chulé está muito forte, antes de começar o tratamento use sapatos abertos que deixam com que o pé transpire.
• Quem sua muito, até nos pés, deve evitar banhos muito quentes, que elevam a temperatura do corpo e conseqüentemente, ajudam a aumentar a produção de suor.
• Nunca use meia com lycra ou poliéster que abafam a umidade do pé e dificultam a evaporação do suor.
• Prefira meias de algodão (mesmo no calor, neste caso use meias soquetes).
• Para evitar que o seu pé fique muito úmido, use talco.
• Outra dica é usar palmilhas absorventes (nunca use a mesma por mais de uma semana!).
• Adora calçar sempre o mesmo sapato? Procure fazer um intervalo de pelo menos dois dias para voltar a usar o mesmo sapato.
• Não consegue ficar mais de dois dias sem o mesmo sapato? Lave as palmilhas antes de usar o calçado.
• Se o fedorzinho constantemente te aborrece, lave a planta dos pés de manhã e a noite (use um sabonete neutro).
• Deixar de usar meia não vai adiantar nada, na verdade vai até piorar o problema!

Sai sujeira! Adeus cheirinho de chulé!

Para evitar a bromodiose é fundamental lavar direitinho o pé. Os cuidados básicos de higiene vão garantir que você não volte a encarar aquele cheiro horrível, então use um sabonete anti-séptico e uma escova macia para limpar bem a área.
Passar uma agüinha e fazer uma massagenzinha no pé não vai deixá-lo bem higienizado; é preciso lavar a sola, os dedos e os espaços entre eles.
Se você estiver usando produtos para diminuir o suor, como talco e pós, esta limpeza precisa ser ainda mais rigorosa, pois resíduos destes produtos podem piorar ainda mais a situação


Espero que seja útil, beijus

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Como clarear seus dentes em casa

APRENDA A CLAREAR OS DENTES COM ÁGUA OXIGENADA

Os dentes escurecem automaticamente com a idade, mas outros fatores também podem contribuir para o amarelamento. Os agentes cromogênicos no café e no chá, as lesões nervosas devido a um acidente, o tabagismo ou certos antibióticos podem ser os culpados. A maioria dos consultórios odontológicos oferece o clareamento dental a seus pacientes e você também pode comprar kits de clareamento em farmácias, sem a necessidade de receita. No entanto, para uma solução mais barata, clareie seus dentes em casa usando água oxigenada e obtenha um efeito semelhante. O Clareamento dental com água oxigenada é reconhecido como uma prática segura pela Associação Dentária Americana.

Compre um frasco de água oxigenada em sua farmácia local. A água oxigenada é comumente usada para tratar ferimentos, mas suas propriedades anti-sépticas também são boas para a higiene bucal. Compre um frasco de água oxigenada de 10 volumes, pois essa é segura para o uso oral.

Use a água oxigenada diariamente como um enxaguatório bucal, antes de escovar seus dentes, para clareá-los naturalmente.

Coloque aproximadamente 2 colheres de sopa (30 ml) do produto em sua boca e bocheche por 1 minuto. A solução começará a espumar; é assim que você sabe que está funcionando. A água oxigenada combinada com as bactérias orais formam bolhas em sua boca.
Cuspa a solução e enxágue sua boca com água.

Escove seus dentes como faria normalmente.

Escove seus dentes com uma pasta de água oxigenada e bicarbonato de sódio uma vez por semana.

Misture 2 colheres de chá (10 ml) de água oxigenada com 3 colheres de chá de bicarbonato de sódio. Misture até formar uma pasta. Altere essas medidas até encontrar uma consistência que lhe agrade. Esta pasta deve ficar com uma consistência similar ao creme dental.
Adicione um pouquinho de creme dental de hortelã/menta à sua pasta caseira para dar-lhe um sabor refrescante. Você também pode adicionar uma gota de extrato de hortelã-pimenta.
Acrescente uma pitada de sal e misture. O sal vai esfoliar seus dentes enquanto você os escova.
Coloque um pouco da pasta em sua escova de dentes.
Escove seus dentes com a pasta, realizando movimentos pequenos e circulares. Depois que todos os seus dentes estiverem cobertos, deixe a mistura agir sobre eles por 2 minutos.
Remova a pasta de seus dentes enxaguando sua boca com água da torneira.
Escove seus dentes com creme dental para livrar sua boca de todos os resíduos da mistura de água oxigenada.

Eu uso e e muito bom, gostou.

Beijussss

sábado, 21 de setembro de 2013

Dicas para acabar com as indesejáveis celulite


Nove maneiras para acabar com a celulite
 
Especialistas listam tratamentos que mostram resultados em duas semanas

Ela vai aparecendo aos poucos e dá um trabalho enorme para sumir - quando some. Inimiga das roupas mais curtas e pesadelo dos modelos justos, a celulite incomoda ainda mais no verão. "O problema aprece quando os vasos sanguíneos são comprimidos, dificultando a nutrição celular e a retirada das toxinas dos tecidos", explica a dermatologista Daniela Landim, da Sociedade Brasileira de Laser. Fases de mudança hormonal, como a puberdade, a gravidez e a menopausa, quando há mais retenção de líquidos, tendem a piorar a situação. 

O combate ao problema conta, atualmente, com uma variedade de tratamentos estéticos que, para fazerem efeito, dependem de uma grande mudança de hábitos. "Alimentação balanceada, sem frituras e com muita água, e a prática de exercícios físicos, são fundamentais", afirma a dermatologista.
        
1 DE 9

Alimente-se adequadamente 
Alguns alimentos ajudam a desintoxicar o organismo - é o caso da maçã, rica em pectina, que neutraliza as toxinas presentes no organismo. Alimentos integrais, que têm muitas fibras, vitaminas do complexo B e minerais, também têm este efeito: eles aceleram a digestão do açúcar e não deixam o metabolismo entrar em marcha lenta. As folhas verde-escuras também melhoram a circulação e desintoxicam. O azeite de oliva, por sua vez, é anti-inflamatório e evita os edemas. Cuidar da alimentação é uma maneira de potencializar outros tratamentos e obter resultados mais rapidamente.  

Beba água 
A ingestão de líquidos ajuda a eliminar as toxinas, responsáveis pela formação da celulite. Para que haja o efeito desejado, você precisa beber dois litros de água, fracionados durante o dia. Outros líquidos, como sucos e isotônicos, também ajudam, mas é preciso ter cuidado com a quantidade de açúcar e calorias presentes nestas bebidas. 

Pratique exercícios físicos 
A celulite é reflexo de uma espécie de infarto dos vasos sanguíneos, causado por problemas circulatórios. Para melhorar o aspecto dos furinhos que você já tem e evitar que novos apareçam, a atividade física é primordial. Além de ajudar a eliminar a gordura localizada no quadril e nos glúteos, os exercícios melhoram a circulação e, consequentemente, o aspecto da pele.  

Drenagem linfática 
A drenagem ajuda a retirar as toxinas dos tecidos e melhorar a circulação. "Por atuar nessas duas frentes, o tratamento é tão eficaz", afirma a médica Daniela Landim. Quando as massagens são realizadas duas vezes por semana, os resultados surgem no dia seguinte: você sente mais vontade de ir ao banheiro e a retenção de líquidos desaparece. Associada a hábitos alimentares saudáveis, a drenagem mostra resultados na pele após quatro sessões. 

Massagem modeladora 
Esta técnica não é destinada especificamente para a celulite, e sim para a perda de medidas. Mas, por melhorar a circulação, pois há aumento do fluxo de sangue na região massageada, ela também diminui a celulite.  

Cremes anticelulite e automassagem 
Os cremes para celulite têm efeito muito sutil se usados isoladamente. Mas, se associados à automassagem, eles respondem com mais eficiência - o ativo mais recomendado pelos especialistas é a cafeína, que inibe ação de uma enzima que estoca gordura. 

Para fazer a automassagem, levante os braços e, com a mão oposta, faça um bracelete ao redor do punho e arraste sua mão, circulando o braço, até a axila. A pressão deve ser firme, mas sem machucar ou deixar manchas roxas na pele. Nas pernas, a massagem deve ser feita direto nas áreas onde a celulite está concentrada - sempre em direção ascendente, ou seja, comece nos joelhos ou tornozelos e suba até a virilha. 
Dica de especialista: massagear as plantas dos pés com uma bolinha de tênis, pisando nela. "Isso ajuda muito no bombeamento do sangue. Outro exercício gostoso é a massagem das pernas com um pau de macarrão, sempre em sentido ascendente", afirma.  

Tratamentos estéticos 
A endermologia é uma técnica que, além de drenar, modela o corpo. Ela é realizada com uma máquina que faz palpação, rolamento e sucção sucessivamente e ajuda a eliminar o aspecto de casca de laranja. Existe também a associação deste aparelho ao laser, estimulando a formação de colágeno e deixando a pele mais firme.  Esses métodos de tratamento para celulite são os mais comuns e mais eficazes, desde que associados a hábitos saudáveis.  

Mude seus hábitos
O excesso de salto alto, o sedentarismo e as profissões que exigem muito tempo em posição sentada prejudicam a circulação e predispõem ao 
aparecimento da celulite. Intercale o salto com sapatos baixos, levante da cadeira a cada duas horas, use as escadas, ande mais a pé, pare o carro numa vaga distante do seu trabalho. Com pouco esforço, você melhora sua circulação.

Quebre a tensão 
A  a quebra das tensões musculares como um método eficaz para melhorar a circulação. "Na Europa a maior novidade no tratamento da celulite é o desbloqueio dos pontos de tensão",  Então, tente relaxar seu corpo, aliviar as tensões. Fazer alongamentos e exercícios respiratórios profundos, todos os dias ao acordar, dica de especialista. 


Nove maneiras para acabar com a celulite
 
Especialistas listam tratamentos que mostram resultados em duas semanas

Ela vai aparecendo aos poucos e dá um trabalho enorme para sumir - quando some. Inimiga das roupas mais curtas e pesadelo dos modelos justos, a celulite incomoda ainda mais no verão. "O problema aprece quando os vasos sanguíneos são comprimidos, dificultando a nutrição celular e a retirada das toxinas dos tecidos", explica a dermatologista Daniela Landim, da Sociedade Brasileira de Laser. Fases de mudança hormonal, como a puberdade, a gravidez e a menopausa, quando há mais retenção de líquidos, tendem a piorar a situação. 

O combate ao problema conta, atualmente, com uma variedade de tratamentos estéticos que, para fazerem efeito, dependem de uma grande mudança de hábitos. "Alimentação balanceada, sem frituras e com muita água, e a prática de exercícios físicos, são fundamentais", afirma a dermatologista.
        
1 DE 9

Alimente-se adequadamente 
Alguns alimentos ajudam a desintoxicar o organismo - é o caso da maçã, rica em pectina, que neutraliza as toxinas presentes no organismo. Alimentos integrais, que têm muitas fibras, vitaminas do complexo B e minerais, também têm este efeito: eles aceleram a digestão do açúcar e não deixam o metabolismo entrar em marcha lenta. As folhas verde-escuras também melhoram a circulação e desintoxicam. O azeite de oliva, por sua vez, é anti-inflamatório e evita os edemas. Cuidar da alimentação é uma maneira de potencializar outros tratamentos e obter resultados mais rapidamente.  

Beba água 
A ingestão de líquidos ajuda a eliminar as toxinas, responsáveis pela formação da celulite. Para que haja o efeito desejado, você precisa beber dois litros de água, fracionados durante o dia. Outros líquidos, como sucos e isotônicos, também ajudam, mas é preciso ter cuidado com a quantidade de açúcar e calorias presentes nestas bebidas. 

Pratique exercícios físicos 
A celulite é reflexo de uma espécie de infarto dos vasos sanguíneos, causado por problemas circulatórios. Para melhorar o aspecto dos furinhos que você já tem e evitar que novos apareçam, a atividade física é primordial. Além de ajudar a eliminar a gordura localizada no quadril e nos glúteos, os exercícios melhoram a circulação e, consequentemente, o aspecto da pele.  

Drenagem linfática 
A drenagem ajuda a retirar as toxinas dos tecidos e melhorar a circulação. "Por atuar nessas duas frentes, o tratamento é tão eficaz", afirma a médica Daniela Landim. Quando as massagens são realizadas duas vezes por semana, os resultados surgem no dia seguinte: você sente mais vontade de ir ao banheiro e a retenção de líquidos desaparece. Associada a hábitos alimentares saudáveis, a drenagem mostra resultados na pele após quatro sessões. 

Massagem modeladora 
Esta técnica não é destinada especificamente para a celulite, e sim para a perda de medidas. Mas, por melhorar a circulação, pois há aumento do fluxo de sangue na região massageada, ela também diminui a celulite.  

Cremes anticelulite e automassagem 
Os cremes para celulite têm efeito muito sutil se usados isoladamente. Mas, se associados à automassagem, eles respondem com mais eficiência - o ativo mais recomendado pelos especialistas é a cafeína, que inibe ação de uma enzima que estoca gordura. 

Para fazer a automassagem, levante os braços e, com a mão oposta, faça um bracelete ao redor do punho e arraste sua mão, circulando o braço, até a axila. A pressão deve ser firme, mas sem machucar ou deixar manchas roxas na pele. Nas pernas, a massagem deve ser feita direto nas áreas onde a celulite está concentrada - sempre em direção ascendente, ou seja, comece nos joelhos ou tornozelos e suba até a virilha. 
Dica de especialista: massagear as plantas dos pés com uma bolinha de tênis, pisando nela. "Isso ajuda muito no bombeamento do sangue. Outro exercício gostoso é a massagem das pernas com um pau de macarrão, sempre em sentido ascendente", afirma.  

Tratamentos estéticos 
A endermologia é uma técnica que, além de drenar, modela o corpo. Ela é realizada com uma máquina que faz palpação, rolamento e sucção sucessivamente e ajuda a eliminar o aspecto de casca de laranja. Existe também a associação deste aparelho ao laser, estimulando a formação de colágeno e deixando a pele mais firme.  Esses métodos de tratamento para celulite são os mais comuns e mais eficazes, desde que associados a hábitos saudáveis.  

Mude seus hábitos
O excesso de salto alto, o sedentarismo e as profissões que exigem muito tempo em posição sentada prejudicam a circulação e predispõem ao 
aparecimento da celulite. Intercale o salto com sapatos baixos, levante da cadeira a cada duas horas, use as escadas, ande mais a pé, pare o carro numa vaga distante do seu trabalho. Com pouco esforço, você melhora sua circulação.

Quebre a tensão 
A  a quebra das tensões musculares como um método eficaz para melhorar a circulação. "Na Europa a maior novidade no tratamento da celulite é o desbloqueio dos pontos de tensão",  Então, tente relaxar seu corpo, aliviar as tensões. Fazer alongamentos e exercícios respiratórios profundos, todos os dias ao acordar, dica de especialista. 

Dieta de emergência


Dieta de Emergência Simples

Dieta de emergência simples para emagrecer e purificar o organismo eliminando as toxinas depois de comer em excesso, geralmente ela é restrita por isso só pode ser seguida durante 2 ou 3 dias. 

Dieta de Emergência Fácil
Dieta de emergência fácil e ótima para retornar ao programa de emagrecimento depois de abusar de comidas calóricas, o objetivo é dar um choque hipocalórico no organismo para que ele perca peso e medidas em um curto período, depois é só voltar a seguir uma alimentação bem balanceada.

Café da manhã

Batida de maçã e banana com leite desnatado e uma colher pequena de mel, a quantidade de maçã deve ser superior à da banana.
Almoço

2 colheres (sopa) de feijão cozido, temperado com pouco sal e mais ervas aromáticas.
1 colher (sopa) de arroz integral, preparado com óleo de oliva.
Salada com alface, tomate, pepino, brócolis, beterraba e cenoura crua desfiada, temperada com 1 colher (sopa) de azeite e vinagre de maçã.
Sobremesa 1 iogurte desnatado ou uma fatia de mamão.
Lanche

1 banana cortada em rodelas com 2 colheres (sopa) de aveia espalhada por cima.
Jantar

1 file de peito de frango ou de salmão.
1 berinjela assada.
Folhas de alface temperada com uma colher (sopa) de azeite e suco de limão.
Ceia

1 xícara de chá de erva cidreira.
Dica. Esta dieta não deve ser feita durante um período superior a 3 dias, por ser pobre em nutrientes essenciais ao organismo.

Vamos cuidar um pouquinho do nosso corpo adorei esta dica.

Gostou, beijusss
 


Dieta de Emergência Simples

Dieta de emergência simples para emagrecer e purificar o organismo eliminando as toxinas depois de comer em excesso, geralmente ela é restrita por isso só pode ser seguida durante 2 ou 3 dias. 

Dieta de Emergência Fácil
Dieta de emergência fácil e ótima para retornar ao programa de emagrecimento depois de abusar de comidas calóricas, o objetivo é dar um choque hipocalórico no organismo para que ele perca peso e medidas em um curto período, depois é só voltar a seguir uma alimentação bem balanceada.

Café da manhã

Batida de maçã e banana com leite desnatado e uma colher pequena de mel, a quantidade de maçã deve ser superior à da banana.
Almoço

2 colheres (sopa) de feijão cozido, temperado com pouco sal e mais ervas aromáticas.
1 colher (sopa) de arroz integral, preparado com óleo de oliva.
Salada com alface, tomate, pepino, brócolis, beterraba e cenoura crua desfiada, temperada com 1 colher (sopa) de azeite e vinagre de maçã.
Sobremesa 1 iogurte desnatado ou uma fatia de mamão.
Lanche

1 banana cortada em rodelas com 2 colheres (sopa) de aveia espalhada por cima.
Jantar

1 file de peito de frango ou de salmão.
1 berinjela assada.
Folhas de alface temperada com uma colher (sopa) de azeite e suco de limão.
Ceia

1 xícara de chá de erva cidreira.
Dica. Esta dieta não deve ser feita durante um período superior a 3 dias, por ser pobre em nutrientes essenciais ao organismo.

Vamos cuidar um pouquinho do nosso corpo adorei esta dica.

Gostou, beijusss
 

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Escondendo Manchas, olheiras, espinhas e sardas


Escondendo Manchas, olheiras, espinhas e sardas

 Geralmente os corretivos convencionais, no tom da pele, não conseguem corrigir perfeitamente manchas, olheiras, espinhas e sardas, Amenizam mas não escondem.

Os  corretivos coloridos são definitivamente a melhor solução para tapar imperfeições, são cremosos mas não melequentos, tem excelente fixação e cobrem 100%. Segue abaixo a função de cada um:

Neutralizador verde: é indicado para cobrir manchas avermelhadas, como espinhas e cicatrizes. 

Neutralizador amarelo: é indicado para neutralizar manchas arroxeadas, como olheiras e hematomas. 

Neutralizador violeta: é indicado para manchas amarronzadas e alaranjadas, como sinais e sardas. 

Após a aplicação deles, é preciso  passar um corretivo no tom da sua pele por cima (de preferência líquido), visto que os coloridos são para neutralizar.

Ja testei e adorei, prove vc também,beijusss